Pensamento Sequencial - Série 1

R$75,00

5x de R$15,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Material:

11 sequências formando cenas do cotidiano para serem ordenadas e narradas pelas crianças, na forma de narrativas ou relatos.

2 sequências com 3 figuras cada.

9 sequências com 6 figuras cada.

A habilidade para analisar, compreender, ordenar e narrar fatos que se desenrolam a partir de relações temporais e de causa e efeito, demanda uma série de processos cognitivos de alto nível, os quais são primordiais para a aprendizagem e para o desenvolvimento da linguagem oral e escrita. Compreender e narrar fatos de uma forma clara, detalhada, precisa e coerente, corresponde a uma das mais fortes demandas do ponto de vista da linguagem e das interações sociais.

As atividades propostas por este material têm por objetivo estimular processos envolvendo a comm envolvem memória de curto e longo prazos, assim como capacidades para planejar, regular e realizar ações. Adicionalmente, uma série de situações, envolvendo reações e sentimentos de personagens, propiciam oportunidades bastante favoráveis para um enfoque sócio emocional, na medida em que permitem a análise e o entendimento de sensações e emoções.

Sugestões para o clínico ou professor realizar atividades Individuais e em grupos:

Converse com as crianças sobre sequências de ações que fazem parte da rotina diária, como por exemplo, lavar as mãos para almoçar, sentar-se à mesa, comer, escovar os dentes e assim por diante.

Selecione uma das sequências com 3 figuras, organize-as na ordem correta, seguindo a direção da esquerda para a direita e narre os acontecimentos que cada uma delas está representando. Use, de maneira enfática, palavras que se referem a relações de tempo como primeiro, depois, em seguida, antes, então, etc. Evite descrever as figuras, simplesmente, sem estabelecer relações entre elas. Após seu próprio relato, o adulto deve pedir para que a criança reconte os fatos, na ordem em que eles aconteceram. Explore relações causais com perguntas envolvendo por que e como.

Selecione a segunda sequência com 3 figuras e ofereça-as para que a criança as coloque na ordem adequada, também seguindo a direção da esquerda para a direta. Peça que, após a ordenação, a criança narre os acontecimentos. Chame a atenção para a importância de seguir a ordem correta dos fatos, identificando o que vem antes e o que vem depois. Reelabore a narrativa, enfatizando os elementos de ligação temporal e causal implícitas. Após o modelo dado pelo adulto (pais, clínico ou professor), solicitar que a criança novamente relate a sequência, usando a mesma estratégia narrativa oferecida pelo modelo.

Ofereça as sequências mais longas, com 6 figuras, uma de cada vez, de acordo com a ordem de complexidade existente.

Sugestão de apresentação:

A volta da escola; Vamos construir uma casa;

A espera do ônibus;

Consulta ao médico;

O gato guloso;

Chuva na praia;

A estante;

Jogando bola na calçada.

Peça para que a criança ordene as 6 figuras, da esquerda para a direita, de acordo com os acontecimentos e que narre os fatos que estão sendo representados. Incentivar o uso dos elementos verbais relativos a tempo, espaço e causalidade. Explorar os sentimentos e reações dos personagens, como alegria, tristeza, preocupação, medo, susto, surpresa e assim por diante. Faça perguntas envolvendo fatores causais, temporais e sócio emocionais, como por exemplo, o que um determinado personagem pode estar sentindo ou pensando.

Faça o seu relato, como adulto, enriquecendo a descrição dos fatos e peça para que a criança reconte, tendo como referência o modelo de narrativa do adulto.

Peça para que a criança analise atentamente as sequências e proponha novos acontecimentos ou mudanças possíveis.

Incentive a criança a criar suas próprias sequências, desenhando-as, narrando-as e escrevendo-as no caso de já ter alcançado um nível alfabético de escrita. 

  • Autor:
  • Jaime Zorzi
  • Ano:
  • 2017